Brasil apresenta aumento de 80% na produção de tilápias

Por

Nos últimos 10 anos, a produção de tilápia, peixe mais cultivado no Brasil, cresceu 80%, graças à intensificação e à modernização do processo produtivo tanto em tanques-rede em reservatórios, como nos viveiros escavados.

Outros fatores que também contribuíram para alavancar a produção de tilápia no País foram clima favorável, rusticidade da espécie aceitando diferentes sistemas de produção; alta demanda dos produtos; além do bom resultado em cultivos intensivos.

Após liderar o mercado de filés de peixe, a espécie agora entra em nicho antes exclusivo de peixes nativos: o consumo de peixes inteiros. As informações fazem parte do projeto “Impactos socioeconômicos da tilapicultura no Brasil”, executado pela Embrapa Pesca e Aquicultura (TO) e parceiros.

Segundo a médica-veterinária Renata Melon Barroso, da Embrapa Pesca e Aquicultura (TO), coordenadora do projeto, a grande aceitação no mercado nacional faz da tilapicultura um excelente negócio para as regiões em que seu cultivo é permitido. “A atividade tem outro ponto forte, pode ser lucrativa tanto para grandes como pequenos produtores”, diz.

Os dados foram obtidos em sete grandes polos brasileiros de produção da espécie: Orós e Castanhão, no Ceará; Submédio e Baixo São Francisco, na divisa dos estados da Bahia, Pernambuco e Alagoas; Ilha Solteira, na divisa de São Paulo com Mato Grosso do Sul, regiões Norte e Oeste do Paraná e Baixo Vale do Itajaí, em Santa Catarina.

2018-03-25T04:02:07+00:00