Carrapatos

Por

Os carrapatos, cientificamente, são ácaros (da classe Arachnida, famílias Ixodidae e Argasidae), parasitos hematófagos (alimentam-se de sangue dos vertebrados terrestres).

Existem cerca de 800 espécies de carrapatos que encontram-se espalhadas por todo o planeta Terra.

O objetivo maior dos carrapatos, condição indispensável para sua sobrevivência, é parasitar o homem ou os animais, aí incluídos os cães e os gatos, além dos cavalos, dos bovinos e de todos os outros animais domésticos ou selvagens.

Alimentando-se do sangue de um humano ou animal doente, e em seguida, chupando o sangue de outro humano ou animal, os carrapatos podem transmitir diversas doenças.

Há carrapatos de diversos tamanhos. Os muito pequenos nem são visíveis sem o auxílio do microscópio (medem apenas 0,25 mm) e os maiores medem alguns centímetros e ficam maiores quando estão cheios de sangue e podem ser visualizados com facilidade.

São os seguintes os carrapatos mais comuns no Brasil:

*Carrapato-de-boi (Boophilus microplus) que transmite para os bovinos uma doença grave popularmente conhecida como “Tristeza”.

*Carrapato-de-cavalo ou Carrapato Estrela (Ambliomma cajennense) é o que mais parasita o homem, mas também ataca mamíferos domésticos, silvestres e aves.

*Carrapato-de-galinha (Argas miniatus), que transmite doenças para as aves.

*Carrapato-vermelho-do-cão (Rhipicephalus sanguineus) que é um carrapato típico de cães e gatos.

Os carrapatos podem transmitir diversas doenças, dentre as quais duas têm maior importância: Febre Maculosa e Doença de Lyme.

A Febre Maculosa também é chamada de febre do carrapato ou tifo exantemático. Ela provoca febre, tem gravidade variável, podendo ser fatal. É causada por um micróbio cujo nome científico é Rickettsia rickettsii.

Outra doença grave transmitida por carrapato é a Doença de Lyme. O carrapato transmissor é o Amblyoma cajennense, quando está infectado com a bactéria Borrelia burgdorferi.

Solução

(1) Não passear nem levar o animal para passear em pastos ou gramados que estejam infestados com carrapatos e se isso acontecer, examinar cuidadosamente a roupa e a pele tanto do proprietário como do animal; matar com os dedos, um a um os carrapatos que forem encontrados e depois desinfetar as mãos e a pele do animal.

(2) Contratar empresa especializada em aplicação de carrapaticidas em pastos, gramados e instalações.

(3) Levar o animal infestado para um banho especial em pet shop habilitado para esse procedimento.

2018-04-25T17:31:07+00:00