CNA e entidades debatem promoção da carne brasileira

Por

De olho na variação do consumo da carne bovina brasileira no mercado interno, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e representantes dos elos da cadeia produtiva se reuniram ontem (30/10) para planejar ações e programas a fim de promover a imagem do produto no país.

Durante o encontro, em Brasília, o grupo discutiu estratégias de comunicação e marketing e o desenvolvimento de pesquisas de mercado para conhecer os temas que mais influenciam o consumidor brasileiro.

“A ideia é fazer uma pesquisa para saber o que o consumidor pensa da carne bovina e como ele quer que ela chegue à sua casa. Dessa forma, certamente teremos muitos subsídios para divulgar a qualidade do nosso produto”, disse o vice-presidente da Comissão Nacional de Bovinocultura de Corte da CNA, Francisco Castro.

Ele também destacou a importância de conhecer o perfil da população que não ingere a carne bovina. “Nós queremos orientá-los para dizer que a carne tem um valor nutricional altíssimo e o consumo é recomendado, principalmente na infância”.

Para o presidente da Associação dos Criadores de Guzerá e Guzolando do Brasil (ACGB), Adriano Varela, a reunião foi fundamental para identificar os gargalos do setor e avançar no planejamento de um programa de promoção do produto.

“O pecuarista é muito bom no que ele faz, mas precisamos ajudá-lo a divulgar todo esse trabalho. O objetivo de toda cadeia é um só: mostrar que nós temos um excelente produto”, afirmou Valela.

 

Fonte: Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA)

2018-10-31T14:53:50+00:00