Carne de frango retoma posições na pauta cambial

Por

Rebaixada para o oitavo posto um mês atrás, a carne de frango recuperou duas posições, e no fechamento dos nove primeiros meses do ano retornou ao sexto lugar da pauta cambial brasileira.

Quem em agosto passado roubou uma posição à carne de frango e também aos automóveis (até então na sexta posição) foi a exportação (?) de uma plataforma de petróleo. Cujo valor, claro, permanece estagnado, fator que possibilitou aos dois outros itens subirem novamente de posição.

Mas a carne de frango saltou não apenas uma, mas duas posições. Porque, pela primeira vez em mais de um ano, a receita cambial acumulada pelos automóveis foi inferior.

Apesar da retomada, a carne de frango permanece uma posição aquém da registrada no mesmo período de 2017, pois sua receita cambial, pelos valores divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex/MDIC), recuou quase 11%.

Em função desse recuo, a participação do produto na pauta cambial brasileira, próxima de 3% no acumulado de janeiro a setembro de 2017, sofreu redução de 17% e está agora ligeiramente abaixo de 2,5%.

Fonte: AviSite

2018-10-03T19:00:09+00:00