Embrapa aperfeiçoa e recomenda uso de cocho do tipo trenó para alimentação de bovinos

Por

Na época de seca é comum os produtores rurais utilizarem suplementação (reforço) alimentar para compensar a deficiência nas pastagens. Para isso, a propriedade deve dispor de cochos. Em vista disso, o núcleo Pecuária Sudeste da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) aperfeiçoou o cocho móvel, tipo trenó, e passou a recomendar seu uso por parte dos criadores de gado.

O cocho, de acordo com o pesquisador André Pedroso, é uma alternativa mais resistente do que os cochos convencionais, feitos em madeira. Os convencionais geralmente apresentam baixa durabilidade, pois ficam em contato com esterco e urina acumulados ao seu redor.

O cocho tipo trenó é de fácil movimentação e facilita o manejo, em relação aos cochos de alvenaria, pois elimina a necessidade de retirada e transporte do esterco. É construído com pranchões de quatro centímetros de espessura, sobre duas vigotas que funcionam como esquis. Pode ser deslocado com um trator ou por um animal de tração.

Foto: Gisele Rosso.

2018-11-05T15:10:03+00:00