Novidade: palma forrageira viabiliza criação de gado no norte de Minas Gerais

Por e

Para enfrentar as estiagens prolongadas que castigam o norte de Minas Gerais, criadores de gado daquela região passaram a usar, por recomendação da EPAMIG, empresa de pesquisa do estado, palma forrageira como fonte de alimento e água para os animais (a palma é constituída de 90% de água).

Segundo a EPAMIG, apesar de oferecer muita água aos animais, a palma tem baixo teor de proteína e, por isso, não deve ser usada como única fonte de alimento para o gado, e sim como complementação da dieta. “A palma pode participar em até 50% da dieta dos animais, combinada com outros alimentos, como silagem de milho (alimento preparado e conservado em silo)”, recomenda.

2018-02-28T09:49:11+00:00