Programa Balde Cheio

Por e

Produtores do Programa  Balde Cheio em Minas Gerais produziram cinco vezes mais leite em 2016 do que a produção média nacional estimada por fazenda leiteira. A partir de uma amostra de 288 produtores de 108 municípios do estado, observou-se que a produção diária de leite de uma propriedade assistida pelo programa foi de 391 litros, enquanto a média nacional é de 72 litros ao dia por fazenda.

Essas informações fazem parte de um levantamento econômico, zootécnico e de adoção de tecnologias em propriedades participantes do Balde Cheio mineiro. A pesquisa, realizada pelo núcleo Sudeste da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária,

com apoio da Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais, apresenta dados de área, rebanho, produção leiteira, produtividade, qualidade de leite, custeio e investimentos das fazendas assistidas durante o ano de 2016.

NÚCLEO SUDESTE DA EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA

2018-02-27T16:08:13+00:00