Rússia reabre o mercado para a carne bovina e suína do Brasil

Por

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, informou que a Rússia reabriu o mercado para carnes suína e bovina do Brasil.

Direto de Dubai, nos Emirados Árabes, ele agradeceu, em vídeo, ao presidente Michel Temer por ter “se empenhado pessoalmente, a todos os produtores e frigoríficos”, além de seu time no ministério e à equipe diplomática no mercado russo.

“É difícil abrir mercado e fácil perder mercado, mas muito mais difícil é reconquistar os mercados. Estamos todos muito felizes hoje”, afirmou Maggi, que segue em missão rumo à China, onde participará de evento em Xangai.

O embargo russo ocorreu em 2017 por causa da presença de ractopamina em produtos de origem animal, oriundos de quatro plantas frigoríficas do Brasil. A ractopamina, que não causa danos à saúde, é uma substância permitida no Brasil, mas proibida na Rússia.

Antes de partir para a missão diplomática, na semana passada, Maggi reafirmou ao Broadcast Agro que não estava em débito com as exigências pedidas pelo governo russo e, portanto, não era possível prever se as liberações para a retomada dos embarques poderiam ocorrer neste ano ou no próximo. “Podem acontecer a qualquer momento”, disse o ministro.

 

Fonte: Broadcast Agro

2018-10-31T16:13:37+00:00