Instituto Biológico bate recorde de produção

Por

Única instituição a produzir a Tuberculina PPB Bovina no Brasil, o Instituto Biológico (IB), localizado na capital paulista, bateu recorde de produção no início de setembro. Foram produzidos mais de 6.900 frascos do insumo para diagnóstico da tuberculose, material suficiente para testar mais de 345 mil animais. Segundo o médico-veterinário do IB, Ricardo Spacagna Jordão, a tuberculose provoca perdas anuais estimadas em US$ 3 bilhões em todo o mundo. “O IB desempenha um papel estratégico para o comércio internacional de proteína animal do País. Os recordes sucessivos de produção foram possíveis graças aos esforços da equipe do laboratório e ao comprometimento da diretoria-geral do Instituto Biológico”, comemora.

Jordão informa ainda que o objetivo é triplicar esse volume, por meio da utilização de tecnologias pioneiras, para atender o mercado. “Recebemos um aporte da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e com esse dinheiro será comprado um biorreator capaz de produzir 300 litros dos antígenos. Hoje, nosso equipamento tem capacidade de produzir 10 litros por vez”, diz.

2018-09-17T16:43:21+00:00