Como lidar com a exposição virtual?

Por

Mídias sociais… terra de ninguém terra de todos… terra de oportunidades e terra de oportunistas… essa é a realidade com a qual os Médicos Veterinários precisam começar a prestar um pouco mais de atenção, pois este universo passou a fazer parte de nossa rotina profissional, mais do que apenas uma extensão do mundo real.

Somente na última semana pude observar várias situações onde a exposição do serviço médico veterinário na internet provocou vários pontos de discussão, questionamento e por diversas vezes, perda total do controle da situação.

Brigas com clientes, discussões profissionais entre colegas, exposição de técnicas e procedimentos privativos dos médicos veterinários em comunidades de leigos, desatenção ás regras de promoção definidas em nosso código de ética, pseudo-protetoras e políticos oportunistas atacando deliberadamente a classe veterinária e ainda erros de posicionamento ao enfrentar essas questões.

Vamos falar um pouco de cada ponto?

A internet é um território onde a velocidade da transmissão de um fato é o ponto que deve ser levado em consideração em todas as situações citadas, pois é uma expressiva disseminação viral do acontecido, em especial , se possuir um aspecto negativo, acontece o comportamento típico do ser humano que tende a promover mais o negativo de um fato ou situação do que aspectos positivos.

Por isso a velocidade de sua resposta e de seu posicionamento deverá ser tão ou mais ágil do que a situação que leve à necessidade dessa resposta. A demora pode gerar um estrago maior ainda na imagem de sua clínica ou na sua imagem pessoal, dando tempo para que a progressão quase geométrica da situação e seu aspecto negativo assumam um aspecto de verdade absoluta.

Por isso em qualquer situação? Posicione-se rápido e de forma institucional e profissional!

E como proteger-se?

1 – Tenha cuidado ao expor imagens de seus procedimentos clínicos ou cirúrgicos! Tenha certeza de estar fazendo da maneira correta! Pode parecer surreal recomendar isso, mas a quantidade de colegas que postam fotos de cirurgias sem nenhum tipo de EPI, em ambientes completamente inadequados e insalubres… bem… é preocupante!

2 – Não discuta com colegas em fóruns como uma personagem estereotipada popular de uma novela moradora de um bairro caricato! Se dê ao respeito e se posicione de forma adulta! E cuidado, palavras ditas, palavras printadas e processos podem surgir dessas discussões, sejam éticos e até na esfera civil.

3 – Ao saber de algum comentário que denigra sua clínica ou sua conduta, procure averiguar os fatos, saber o que efetivamente aconteceu e tente entrar em contato com a pessoa que está disseminando o fato na rede e tente uma conversa para saber o que pode ser feito em caso de erro da clínica, ou se havendo um mal entendido, a pessoa em questão poderia retirar as pretensas e infundadas acusações. Dessa forma você não comete o erro que tenho visto muitos cometerem de se posicionarem em um Olimpo como se nada os atingisse, quando na verdade é uma miopia geral que se instala na classe , preferindo não enxergar que nossas falhas de gestão de nossos serviços e em nossa comunicação com os clientes, estão causando muitos desses problemas.

4 – Não tenha medo de, fundamentando sua postura e conduta, providenciar assessoria jurídica para dar início a processos visando a reparação do dano causado por comentários disseminados na rede.

5 – Tenha atenção redobrada na criação do comunicado oficial de rebaterá o caso em questão, a informação disseminada ou ato de má fé de alguns oportunistas, de forma clara, concisa e profissional sem ater-se a um texto emocional e agressivo, porém cativante e esclarecedor sempre!

Esquecemos muitas vezes que a exposição no Mundo Virtual é como abrir as portas de casa para as visitas, mas infelizmente se a casa estiver bagunçada, a visita? Bem…ela vai reparar e poderá “fofocar” sobre você para outras pessoas quando tiver a oportunidade.

Pense nisso!

2017-10-09T08:23:29+00:00