Cresce captação dos laticínios brasileiros

Por

Em 2017, os 14 maiores laticínios do Brasil receberam 8,6 bilhões de litros, o equivalente a 23,5 milhões de litros diários, números que representam um crescimento de 5,6% comparado ao volume do ano anterior. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a captação de leite formal superou em 4,4% a de 2016 e alcançou 24,1 bilhões de litros, frente 23,1 bilhões de litros na temporada anterior.

Já segundo o ranking divulgado pela Leite Brasil, no mês de abril, a capacidade instalada de processamento dessas empresas foi de 13,8 bilhões de litros ao ano. Isso significa que elas utilizaram 62,1% da sua capacidade ante 60% no ano anterior, porém, apesar desse aumento, nos últimos sete anos as empresas participantes do ranking tiveram um nível de utilização baixo, na faixa de 63%.

O ranking mostra que a Nestlé, primeira da lista, aumentou a sua captação em 0,3%, para 1,6 bilhão de litros, seguida do Laticínio Bela Vista (Piracanjuba), que teve um crescimento de 20,9% na captação, cerca de 1,3 bilhão de litros, e da marca Unium, composta pelas cooperativas paranaenses Frísia, Castrolanda e Capal, com uma evolução de 17,6% na captação, um total de 1,1 bilhão de litros.

2018-05-17T16:02:37+00:00