Novidade: planta (botão de ouro) reduz consumo de ração de vaca leiteira sem alterar a produção do animal

Por

Pesquisadores da Universidade Federal de São João Del-Rey (UFSJ), em Minas Gerais, passaram a buscar novas fontes de alimentação para o gado leiteiro mais econômicas e selecionaram uma planta que reduz o consumo de ração de vacas sem alterar a produção e composição do leite produzido por elas. Trata-se do botão de ouro (de nome científico Tithonia diversifolia), ainda pouco explorada no Brasil, mas já cultivada em outros países, entre eles Colômbia, México e Argentina, como fonte de alimentação animal.

Uma vez selecionada a planta, uma equipe de pesquisa da UFSJ, coordenada pelo professor Rogério Martins Maurício, coletou exemplares da espécie em regiões de Minas Gerais e instalaram um experimento com plantio do botão de ouro para uso na alimentação de vacas leiteiras.

No experimento, os pesquisadores foram retirando gradativamente a ração – parte mais cara da dieta das vacas – e acrescentando o botão de ouro e aplanta foi capaz de reduzir em 11% o uso da ração sem alterar a produção das vacas(média de 22 litros/dia). Além disso, apresentou outra vantagem: alto teor de proteína: 15%. Esse nutriente é o que mais encarece a ração e que mais contribui para o aumento da produtividade das vacas.

“Assim, diz o professor Rogério, uso do botão de ouro, além de ser bem aceito pelos animais, contribui não somente para reduzir custos para a produção do leite, mas também para enriquecer as opções de forrageiras ao pecuarista mineiro”.

Foto: Rogerio Martins Mauricio/Arquivo Pessoal

2018-08-28T12:56:47+00:00