O problema do “cheiro de cachorro”

Por

Um dos problemas de ter um cão em casa, principalmente num apartamento pequeno é o “cheiro de cachorro” que acabará grudando na casa toda e empestando o ambiente.

Antigamente era assim. Atualmente não precisa mais ser dessa maneira porque existem produtos para evitar que isso aconteça. Mas higiene não é apenas limpeza e sim muito mais do que isso.

Um programa de higiene começa já na escolha da raça. Uma pessoa com pouco tempo para dedicar ao cão nunca deverá comprar, por exemplo, um Afghan Hound, que tem pelos enormes e muito complicados de tratar e de manter sedosos e limpos ou um Cocker Dourado, que tem um odor muito forte.

Existem raças, como as nórdicas (Samoieda, Husky Siberiano e outras) que praticamente não têm cheiro. Mas todas as raças necessitam de um esquema de higiene com produtos adequados para cães e que não fazem mal à saúde do animal. Há produtos contra mau hálito, para limpeza de ouvido, desodorante de ouvido, desodorante de pelo, banho a seco, desodorante para o ambiente e uma grande série de recursos para que tanto o animal como toda a casa permaneçam limpos e cheirosos.

Mas, lembre-se sempre que a principal causa do mau cheiro do cão é o banho sem que em seguida seja feita uma ótima secagem.

2018-03-13T12:57:41+00:00