Pesquisa da Epamig revela:queijo prato com novo corante previne ocorrência de doenças de olhos

Por

O queijo prato pode ser mais um aliado na prevenção de doenças e lesões oculares, como a catarata, que chega a causar cegueira em pessoas com mais de 65 anos. Para isso, é preciso utilizar na fabricação daquele produto, o corante de luteína em substituição ao urucum. Essa foi a conclusão a chegou a pesquisadora Denise Sobral da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig).

“Substituímos o corante de urucum, utilizado durante a fabricação do queijo prato, por corante de luteína (com propriedades antioxidantes) que evita doenças e lesões oculares”, explica Denise, acrescentando: “os resultados apontaram a absorção de 6 mg de luteína em cada 100 g de queijo, quantidade necessária para uma dieta diária de reposição dessa substância no organismo; e o melhor: sem alterar o sabor do produto”.

Foto: Kelly Britos

2018-04-12T11:47:35+00:00