Produtores paulistas de queijo se unem para criar selo de qualidade

Por

Criar um selo de qualidade que identifique as queijarias de alto padrão. Esse é um dos objetivos que dez pequenos produtores de queijo do Estado de São Paulo pretendem atingir com a criação do Caminho do Queijo Artesanal Paulista. O lançamento do projeto aconteceu em setembro com a ideia de valorizar a o queijo paulista, impulsionar a produção local, além de mostrar que a São Paulo também fabrica queijos de alta qualidade.

O mapa do Caminho do Queijo Artesanal Paulista deve ter a incorporação de mais queijarias ao grupo, desde que sua produção siga os preceitos expressos do manifesto, isto é, que seja feita em pequena escala, com a predominância dos processos manuais e utilização exclusiva de leite produzido na própria queijaria ou arredores.

O Caminho do Queijo Artesanal Paulista conta com o apoio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Governo do Estado e conta com dez das mais premiadas e reconhecidas queijarias artesanais de São Paulo. São elas: Capril do Bosque (Joanópolis), Estância Silvania (Caçapava), Fazenda Atalaia (Amparo), Fazenda Dona Carolina (Porangaba), Fazenda Santa Helena (Jacupiranga), Fazenda Santa Luzia (Itapetininga), Laticínio Artesanal Montezuma (São João da Boa Vista), Leiteria Santa Paula (São José do Rio Pardo), Pardinho Artesanal (Pardinho) e Queijaria Rima (Porto Feliz).

2018-03-25T03:47:44+00:00