Sombra no sistema pecuária-floresta não aumenta incidência de verminoses em gado de corte

Por

A incidência de verminoses em gado de corte em sistema silvipastoril (pecuária-floresta) não é maior do que na pecuária exclusiva. A conclusão é de uma pesquisa que acaba de ser encerrada no núcleo  Embrapa Agrossilvipastoril da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). A informação contraria a hipótese inicial de que as condições microclimáticas no sistema silvipastoril poderiam favorecer a ocorrência de vermes.

Esse resultado, segundo o núcleo, mostra que, nos sistemas de pecuária integrada com árvores, o controle de verminoses não precisa ser diferente em relação à pecuária tradicional. O número de dosagens de vermífugos deve ser o mesmo em ambos os sistemas de produção.

2018-03-25T03:25:38+00:00