Universidade de São Paulo: desenvolvido chocolate que beneficia intestino e reduz risco de câncer

Por

Pesquisadoras do Departamento de Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo-USP (núcleo de Pirassununga-SP) desenvolveram um chocolate que contém em sua composição microrganismos vivos que melhoram as funções gastrointestinais e reduzem o risco de desenvolvimento de várias doenças, como o câncer de cólon (parte do intestino grosso).

Os microrganismos aplicados ao chocolate (lactobacillus acidophiluse bifidobacterium animalis) estão presentes em produtos lácteos. Eles são semelhantes aos existentes naturalmente no organismo humano, mas que ao longo da vida vão se perdendo devido ao consumo de alguns alimentos industrializados que afetam a flora intestinal, como açúcar; abuso de medicamentos e estresse.

A pesquisa que resultou no chocolate foi realizada pela estudante de mestrado Marluci Palazzolli da Silva e a professora Carmem Fávaro Trindade, da USP de Pirassununga. Com o estudo, Marluci obteve o título de mestre em Engenharia de Alimentos na USP.

Foto: Marlon Tavoni/EPTV

2018-06-23T14:01:05+00:00