Melhoramento genético

Por

Levantamento do IBGE revela que Mato Grosso possui atualmente o maior rebanho bovino do país (29,7 milhões de animais) e, no estudo, o órgão chama atenção para o trabalho de uma fazenda que contribuiu para o estado alcançar essa posição de destaque na pecuária bovina brasileira.

Trata-se da Agropecuária Cima, na cidade de Sapezal, que dispõe de um plantel de nove mil vacas da raça Nelores, fruto de investimento em melhoramento genético.

Segundo Diego Cima, agrônomo e diretor da Agropecuária, o investimento se traduz em resultado no campo. Ele conta que há 10 anos os animais da propriedade eram abatidos com quatro anos e hoje 60% dos machos são desmamados com oito meses e são abatidos com 13 meses pesando 18 arrobas, em média. “Nosso índice de desmama também era de 65% e hoje está em 80%, acima da média brasileira”, diz o agrônomo.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE)

2019-01-07T20:01:02+00:00 07/01/2019|Categories: Números|