Não deixe o cliente escapar…prepare-se para um 2019 de  alta competição!

Por

“Eu tinha mas ..acabou de acabar…”

Técnicas de guerrilha pet à vista?

Podemos até chamar nosso planejamento estratégico dessa forma….mas vamos entendê-lo como uma dica muito preciosa em tempos de competitividade pois representa um cenário muito comum em vários estabelecimentos pet por todo o Brasil…o famoso ” acabou de acabar…”

Mas também é muito importante procurarmos ser bem críticos quanto ao que está realmente por trás de um título como esse, que falhas ele esconde e que fraquezas ele revela…vamos lá? Vamos juntos tentar criar um cenário onde possamos entender o que realmente significa atender os desejos e necessidades de um cliente

Se você decidiu-se por ser um ponto de distribuição de serviços e produtos para o enorme mercado de animais de estimação desse país, é conveniente lembrar que seus clientes vão buscar em você um conjunto de soluções que atendam às suas necessidades mais básicas como alimentação, soluções em higiene e estética animal, atendimento veterinário, fornecimento de acessórios e insumos, vermifugação e controle de ectoparasitos.

Logo você deve ter… vamos… responda??

Controle de estoque!!

 Afinal, você tem que saber o que o tem a oferecer ao seu cliente e em que quantidade, apresentação e condições de pagamento para que aquelas necessidades mais atuais e presentes de seus cliente estejam sendo atendidas naquele momento crucial da venda…

Mas se você não se preparou e não tem o que oferecer? Como proceder?

Primeiro nada de empurroterapia de balcão imediata e irresponsável soltando aquela frase… “Leva esse aqui que é a mesma coisa” pois você pode ouvir de seu cliente ” Se fosse a mesma coisa teria o mesmo nome não é mesmo?” ou ainda” Meu médico veterinário não disse isso..”

Cuidado com troca de receituários, isso é extremamente perigoso do ponto de vista legal e ético….por mais que a base química de determinado medicamento seja a mesma, nunca assuma essa responsabilidade perante o seu cliente pois se algo der errado você responderá ok?

Encante seu cliente na hora então! Se ofereça para ligar para o veterinário, ou melhor ainda, se for o dia do plantão de seu responsável técnico, peça que ele converse com o cliente e entre em contato com o profissional que receitou o medicamento, isso só mostrarão elevado nível de preocupação pessoal e profissional de sua loja para com esses procedimentos e isso é um fator de retenção de seu cliente.

Ok  mas… e se eu não conseguir trocar?

Faça tudo para conseguir esse produto o mais breve possível, e providencie a entrega, e durante o processo de busca, entre em contato com o cliente dizendo o que você está fazendo, dando um feed back…evitando assim que ele se disperse e vá procurar em outro lugar…

No caso de serviços uma dica… Se você quer introduzir um serviço novo de higiene e estética animal como uma hidratação mega ultra hiper fashion da moda, escolha alguns clientes formadores de opinião e bons consumidores, mesclando claro entre os de “clubinho” e os avulsos e ofereça este serviço como uma prova de reconhecimento pela atenção deles para com a loja…pronto! Em breve muitos desses clientes irão promover esse novo serviço e se tornar consumidores dos mesmos, ou seja, você criou uma necessidade onde antes não existia…

E isso é ser um profissional de marketing de ponta viu?

Quando um cliente não encontra o que ele procura, não se feche, não agrida com empurroterapia, não seja frio, mas tente criar um momento onde ele perceba que você fará de tudo para satisfazer as suas necessidades, resolver os problemas dele, e encontrar JUNTOS a solução mais adequada naquele momento…esta é a mágica!

Em 2019 as relações estratégicas passarão pelo universo do preparo técnico, das relações humanas e das ferramentas de fidelização…pense nisso!

2018-09-14T15:16:58+00:00 14/09/2018|Categories: Pet Business|