Pesquisa ajuda produtor a economizar na suplementação do rebanho

Por

Uma pesquisa realizada pela Embrapa Gado de Corte (MS), nos últimos dois períodos de chuvas, mostrou que o uso de granulados na dieta do rebanho ajuda a diminuir  as perdas na suplementação mineral dos bovinos quando comparada com a alimentação em pó. Segundo o nutricionista da entidade, Rodrigo da Costa Gomes, as perdas com o vento e a chuva durante a época das águas é bem significativa, já que a maioria dos cochos no País são descobertos. “Essas perdas provocam um desbalanço de elementos da dieta, pois o suplemento é formado por uma mistura de vários elementos minerais como cálcio, fósforo, sódio, enxofre, manganês, zinco, cobre, selênio e outros”, afirma. “A suplementação tem um custo ao produtor. Se essa tecnologia reduzir perdas, o produtor ganha”, explica e acrescenta que, com o uso do suplemento aglomerado, o produtor perde cerca de 16% menos alimento nos cochos do que se usasse a suplementação em pó.

Ainda de acordo com os estudos, os ganhos de peso foram semelhantes entre os animais que receberam o suplemento em pó ou aglomerado. Dessa forma, o benefício da versão granulada resulta no menor uso de suplemento mineral, o que pode gerar economia. O custo da suplementação é de aproximadamente R$ 27,00 por animal, considerando um período de seis meses com consumo diário de 80 gramas por dia. “Sendo assim, uso de suplemento aglomerado é capaz de gerar economia de até R$ 4,86 por cabeça por ano”, arremata o nutricionista.

2018-11-19T19:06:04+00:00 19/11/2018|Categories: Top News|