USDA: estimativas da produção mundial de carne de frango em 2019

Por

Em suas primeiras projeções sobre a produção mundial de carne de frango, o USDA estimou que a produção brasileira vai aumentar 1,85% em relação às 13.550 milhões de toneladas previstas para 2018, atingindo assim um novo recorde.

Embora inferior, o crescimento brasileiro não será muito diferente do que o USDA prevê para a produção mundial, com incremento em torno de 2,31%. Mas há países em que a expansão deverá ficar acima dessa média – casos, por exemplo, de Índia e Tailândia.

Ainda que os percentuais de incremento sejam modestos, o USDA estima que os grandes produtores mundiais serão beneficiados pela continuidade de condições favoráveis ao setor. Destaca, a propósito, a maior disponibilidade de matérias-primas (o que se traduz em custos mais baixos) e a ausência de novos surtos de Influenza Aviária de alta patogenicidade naqueles países afetados pela doença.

Em relação, especificamente, ao Brasil, é observado que, em função da retomada das exportações e do aumento da demanda interna, a produção deve se recuperar da queda enfrentada em 2018. A propósito, o volume previsto para o corrente exercício, 13.550 milhões de toneladas, é quase 0,50% inferior às 13.612 milhões de toneladas estimadas para 2017.

O quadro abaixo mostra uma comparação do previsto para 2019 com o que foi produzido em 2014. Nesses cinco anos, apenas um país, a China, registra redução de produção (em decorrência, exatamente, da Influenza Aviária).

É importante notar que, no Brasil, o aumento em um quinquênio foi de 6,6%, ou seja, pouco mais da metade da expansão prevista para a produção mundial.

Esse crescimento abaixo da média fez com que o País perdesse participação na produção total (- 4,25%). Perda maior que essa só a da China (18% a menos) e da Argentina (menos 7,19%). Em direção oposta, Índia e Tailândia aumentaram sua participação em mais de 16%.

É preciso destacar ainda que, além de Brasil e Argentina, outro país sul-americano, a Colômbia, passa a integrar o grupo dos maiores produtores mundiais de carne de frango. Juntos, os três países respondem por quase um quinto (pouco mais de 18%) da produção mundial.

Porém, mais destacável ainda é a produção dos quatro “Brics”. Ou seja: Brasil, Rússia, Índia e China são responsáveis por mais de um terço (36,5%) da produção mundial de carne de frango.

 

Fonte: AviSite

2018-10-18T17:30:10+00:00 18/10/2018|Categories: ABB News, Colunas|Tags: , , |