Embargo à carne brasileira

Por

Suspensas há quase um ano devido aos nódulos nos bovinos brasileiros causados pela aplicação da vacina contra a febre aftosa, a retomada das exportações de carne bovina in natura para aos Estados Unidos deve acontecer no próximo semestre, segundo previsão de Blairo Maggi, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Uma missão de técnicos irá para os Estados Unidos com toda documentação exigida pela entidade americana para apresentar os resultados e resolver os problemas do setor.

Já em relação ao embargo das importações da carne de frango pela União Européia (UE), o ministro explica que algumas empresas foram retiradas desse mercado, mas não o Brasil. Segundo ele a posição da Europa não é por uma questão de saúde humana, nem animal, mas sim pela grande atuação que do Brasil na EU.

Em relação à presença de salmonela nas carnes de aves, Maggi declarou que os embargos representam interesses da comunidade européia em favorecer os produtores locais. As mudanças legais e a retirada de influências político partidárias em assuntos do ministério relacionados à fiscalização sanitária podem restabelecer o comércio com a União Européia.

2018-05-17T16:53:03+00:00