O mau cheiro do cão

Por

Há raças que têm cheiro mais forte e outras mais suave ou quase nenhum. Mas há animais que exalam odor forte e ruim. Isso não é normal e as causas podem ser diversas, como: mau hálito causado por infecção da gengiva e dentes; infecção nos ouvidos; falta de higiene do local onde o cão vive ou do próprio corpo do animal.

Um banho caprichado, mas que não seja seguido de um enxugamento igualmente caprichado pode provocar cheiro ruim. É que a umidade e o calor do animal estimulam o desenvolvimento de bactérias que fermentam e produzem cheiro desagradável.

Diversos pet shops oferecem banhos com água morna e substâncias próprias para cães, seguidos de enxugamento com toalhas limpas e jatos de ar aquecido. Há animais que precisam tomar banho a cada quinze dias, outros, semanalmente. E há também banhos a seco e banhos com gel. É preciso descobrir o que é melhor para o seu animal e para o seu bolso.

Há no mercado pet também, produtos que removem odores e manchas. Mas… cuidado, não use esses produtos sem orientação técnica, ao menos nas primeiras vezes.

O mau hálito – que pode ser muito forte – de causa dentária, só tem solução levando o cão para o médico veterinário, que removerá o tártaro e medicará as gengivas, que, provavelmente, estarão inflamadas.

As otites não são raras nos cães e uma das causas geradoras é a penetração de água nos ouvidos durante o banho. O tratamento é feito com limpeza e medicamentos.

2018-02-23T17:44:56+00:00