O Brasil exportou 181.2 mil toneladas de carne bovina em maio, um recorde para o mês e 20% acima do exportado no mesmo período do ano passado, segundo informações divulgadas pela Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo).

Apesar do recorde para o mês, as exportações de carne bovina em maio desaceleraram em relação a abril, quando o Brasil embarcou 186 mil toneladas do produto, após vender 203 mil toneladas em março. O faturamento com as exportações em maio deste ano somou US$ 1.1 bilhão, 50% acima de maio de 2021.

Nos cinco primeiros meses do ano, o volume de exportação de carne bovina brasileira foi de 913.6 mil toneladas, com alta de 28%. A receita somou US$ 5.1 bilhões, 57% acima do registrado de janeiro a maio do ano passado.

A China continuou a liderar as compras de carne bovina brasileira, com 440.9 mil toneladas nos cinco primeiros meses do ano e alta de 48,3% na comparação anual. O país aumentou as compras mesmo com as restrições temporárias impostas a alguns frigoríficos exportadores brasileiros. Já as importações por Hong Kong caíram 55%, a 44.6 mil toneladas.

Os Estados Unidos foram destaque entre os principais importadores de carne bovina brasileira no ano. O país aumentou as compras em 169% para 90.7 mil toneladas. Em seguida, o Egito importou 66,8 mil toneladas, 342% a mais que no mesmo período de 2021.

 

Fonte: CarneTec